Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
12
JUN

Luiz Edson Fachin recebeu homenagem da advocacia paranaense

“Na imensa crise de valores que o país assiste, no abismo moral em que as instituições mergulharam, ao colocar a toga no dia 16 de junho, Luiz Edson Fachin renovará a esperança de uma justiça constitucional independente, manejada a serviço do povo brasileiro, menos aristocrática e mais acessível”. A afirmação, do presidente da OAB Paraná, Juliano Breda, resumiu na noite desta quinta-feira (11) o sentimento da advocacia paranaense em relação à nomeação de Fachin para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). A solenidade de homenagem ao jurista reuniu na sede da Seccional ex-presidentes do Conselho Federal e da OAB Paraná, conselheiros da OAB, magistrados, procuradores do estado, membros do Ministério Público e representantes da sociedade civil. 

“Ministro Luiz Edson Fachin, sua vida, pessoal e profissional, é motivo de orgulho. A Ordem dos Advogados do Brasil, desde o primeiro momento integrou-se ao movimento pela sua investidura. Nosso estado se uniu como poucas vezes se viu, integrando as entidades do universo jurídico e da sociedade civil. A vitória representada pela confirmação do seu nome demonstra que, quando se vai em busca de um sonho, não importa a que distância ele esteja”, destacou Juliano Breda.

Breda destacou ainda que a obra fala de Luiz Edson Fachin por si só. “Mais de 40 livros e 140 artigos publicados, doutor e pós-doutor em Direito, professor visitante e pesquisador convidado de universidades de prestígio internacional, poliglota, dono de cultura jurídica cultuada em todo o planeta, Luiz Edson Fachin é um grande exemplo do poder da superação pelo trabalho e pelo talento”, ressaltou. 

O presidente da Seccional e o presidente da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA-PR), José Augusto Araújo de Noronha, presentearam Fachin com  uma escultura do artista Alfi Vivern. “Feita em rocha milenar, a escultura demonstra a esperança que todos os advogados paranaenses possuem no nosso ministro Luiz Edson Fachin”, frisou Noronha.

“Prenuncia esta chegada uma nova partida. Deixo a casa dos advogados, mas os princípios que norteiam a advocacia jamais deixarão de existir em mim. Advocacia da liberdade, advocacia da responsabilidade, dos direitos e das garantias individuais, dos direitos fundamentais. Advocacia em prol da segurança jurídica e na defesa incessante da Constituição. Abri exceção ao recolhimento que se impõe ao menos até a posse, que em breve se dará, para cumprir hoje o dever de entregar fisicamente o registro material de meu nascimento profissional”, disse Luiz Edson Fachin em seu pronunciamento. 

Fachin ressaltou o papel histórico da Ordem dos Advogados do Brasil, sempre sintonizada com os anseios da sociedade como um todo. “Espera-me uma vida dedicada à magistratura no Supremo Tribunal Federal. Não sei se serei feliz, mas infeliz não serei. Tenho a alma leve de que cumprirei minha missão. Seguirei sempre atento ao ordenamento jurídico e a realidade que nos circunda. Espero com serenidade e firmeza ser capaz de contribuir para distribuir justiça sob uma perspectiva humanista, republicana e constitucionalmente comprometida”, sustentou.
 
O presidente do Instituto dos Advogados do Paraná (IAP-PR), José Lucio Glomb, destacou o orgulho da classe de ver Fachin em uma das cadeiras do STF. “Por várias vezes o nome de Fachin foi ventilado pelo nosso estado. Sabíamos que tínhamos uma pessoa que conhecíamos. Conhecíamos sua competência, seu caráter, sabíamos que quem ganharia seria o Brasil, seria a Justiça”, frisou Glomb. 

O evento contou com a presença do ex-presidente do Conselho Federal da OAB e presidente do Conselho dos Colégios e Ordens de Advogados do Mercosul (COADEM), Roberto Busato; do Procurador-geral de Justiça, Gilberto Giacoia; da presidente da Associação dos Procuradores do Estado do Paraná (APEP), Cristina Leitão Teixeira de Freitas; do Secretário de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Leonildo de Souza Grota; do Corregedor-geral do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Eugênio Achille Grandinetti; e do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

A sessão contou ainda com a presença da família do jurista, a desembargadora Rosana Girardi Fachin, esposa de Fachin, e da advogada Melina Fachin, filha do homenageado.

Fonte: OAB-PR

Últimas Notícias