Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
Clique aqui e cadastre-se
11
NOV

Mulher que assassinou marido ao atear fogo em seu corpo é condenada

O juiz Daniel Radünz, titular da 2ª Vara da comarca de Capinzal, presidiu sessão do Tribunal do Júri nesta sexta-feira (9/11) que resultou na condenação de uma mulher, acusada de assassinar o próprio marido, à pena de oito anos de reclusão em regime semiaberto. Segundo denúncia do Ministério Público (MP), a ré cometeu o crime na noite de 29 de agosto de 2012, na localidade de Lambedor, interior do município de Ipira, no meio-oeste catarinense.

Ela preparou o jantar do marido e lhe serviu também um suco de laranja em que dissolvera dois comprimidos de Rivotril. Por volta das 21h30min, enquanto a vítima dormia, ela encharcou sua cama com álcool. Quando se preparava para atirar um ramo de pinheiro aceso sobre o marido, acabou surpreendida com seu despertar. Isso não a impediu, sempre segundo a denúncia do MP, de completar seu plano e atear fogo na cama. A vítima, mesmo em chamas, tentou fugir da casa, mas foi impedida pela mulher, que trancou a porta principal. O homem morreu queimado no interior da residência. A sessão do júri teve início às 9 horas desta sexta-feira (9), e a sentença foi lida em plenário pelo juiz Radünz às 12 horas.

Fonte: TJ-SC

Últimas Notícias