Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
24
MAR

Preso suspeito de mandar matar advogado e professor de Medianeira

Por determinação do juiz Hugo Michelini Júnior, da Comarca de Medianeira, foi preso temporariamente nesta sexta-feira (22/3) o secretário de Obras e Viação de São Miguel do Iguaçu, Orivaldo Malaggi,  suspeito de encomendar a morte do advogado e professor Ricardo Ferreira Damião Jr., 50 anos, ocorrida há cerca de um ano. Damião Jr. e seu filho foram alvejados com 11 tiros na noite de 27 de março de 2018, quando deixavam a União Dinâmica de Faculdades das Cataratas, em Medianeira. O advogado passou por cirurgias, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Seu filho sobreviveu, apesar de ter sido atingido no rosto e no pescoço.

À época, o caso deixou consternada a advocacia paranaense. A então presidente da subseção da OAB Medianeira, Flávia Magnoni Sehenem, não mediu esforços para exigir a elucidação do crime desde que soube do ocorrido, indicando o advogado Eliel Ramos, diretor da OAB Medianeira, para acompanhar o caso.

Rigor

No âmbito estadual, a OAB Paraná recorreu ao então secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Júlio Reis, para pedir rigor e agilidade na apuração do assassinato. O pleito foi levado pessoalmente no dia seguinte ao crime pelo então presidente da seccional, José Augusto Araújo de Noronha, e pela então presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas Profissionais Priscilla Placha Sá, designada para acompanhar as investigações.

Desde o início das investigações a polícia trabalhava com a hipótese de execução, segundo o delegado Denis Merino, responsável pelo caso. Em maio do ano passado, já havia sido preso um dos suspeitos da execução do advogado, que seria responsável por dirigir um veículo na fuga dos executores.

Fonte: OAB-PR

Últimas Notícias