Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
6
NOV

OAB é contra a implantação de graduação de direito totalmente a distância

O ex-presidente da OAB Nacional Marcus Vinicius Furtado Coêlho, que é presidente da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais, participou de audiência pública para discutir cursos jurídicos, realizada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, na tarde desta quarta-feira (6), em Brasília. Ele foi enfaticamente contrário à ideia de implantação de cursos de graduação em direito totalmente a distância.

“A OAB ingressou na Justiça Federal com uma ação contra o Ministério da Educação contrária a ideia de criação no Brasil de cursos de Direito totalmente a distância. Está em jogo a possibilidade de termos a formação do bacharel em direito 100% virtual, aquele que se formará sem pisar em sala de aula. Isso é inadmissível, principalmente se considerarmos que temos no país um excesso de cursos e alunos de direito em demasia, sem qualificação suficiente sequer para aprovação no exame de ordem”, disse Coêlho.

Ele chamou a atenção para a atuação da Ordem contra a deterioração dos cursos de Direito. “A OAB vem denunciando este estelionato educacional que se pratica contra a juventude do nosso país, em que se oferecem cursos de direito sem qualidade e vende-se ilusão aos nossos jovens, que depois não encontrarão mercado de trabalho e nem acesso a uma profissão diante de uma preparação inadequada. É hora de barrar essa ideia de instituir um curso totalmente a distância, discutir mais com a sociedade, regulamentar o tema para que possamos dar um passo no sentido de implantar ou não um curso a distância, que com certeza não deverá ser totalmente a distância”, acrescentou o presidente da comissão.

Fonte: Conselho Federal

Últimas Notícias