Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
Advogados correspondentes
24
Jan

Caravana que ouvirá a advocacia nas 161 comarcas do Paraná começa por Sarandi

Com uma audiência aberta realizada na Comarca de Sarandi, a seccional inaugurou hoje a caravana OAB Paraná Total, que ouvirá a advocacia nas 161 comarcas do estado, dando voz aos seus quase 68 mil advogados inscritos. A audiência contou com as presenças do presidente da OAB Paraná, Cássio Telles; da secretária-geral Christhyanne Regina Bortolotto; do diretor-tesoureiro Henrique Gaede; do diretor de prerrogativas Alexandre Salomão e ainda da presidente da subseção de Maringá, Ana Cláudia Pirajá Bandeira, que ontem tomou posse solenemente do cargo junto com os demais diretores e conselheiros.
Advogados e advogadas reuniram-se às 9h da manhã desta quinta-feira (24/1) na Câmara Municipal de Sarandi para tratar de temas relevantes para a classe, como o convênio da advocacia dativa. Foram levantadas as necessidades de criar uma triagem para garantir que o atendimento contemple exclusivamente as pessoas carentes, de lutar pelo respeito da lista que garante o rodízio das nomeações e, no campo da advocacia criminal, de buscar um aprimoramento para evitar, na citação, a nomeação automática de um advogado dativo, posto que muitas vezes a parte tem condições de pagar pelos serviços.

Ética

Também foram feitas ponderações sobre a expedição de alvarás judiciais, o expediente do juiz em determinadas varas, a fiscalização do exercício profissional e o excesso de publicidade com práticas vedadas, como o uso de carros de som. “São pontos dos quais vamos tratar na sequência, para fortalecer a fiscalização profissional com o acompanhamento das situações e a instauração, quando for o caso, de processos ético-disciplinares. A captação de clientela é uma infração ética que vamos combater”, afirmou Telles.
A classe também reivindicou que a Escola Superior de Advocacia (ESA) mantenha a oferta de cursos online. “Isso faz parte do nosso projeto, pois queremos garantir uma formação que agregue toda a advocacia e que os profissionais, onde estiverem, possam acompanhar os cursos”, explica o presidente.
Os participantes da audiência manifestaram ainda sua preocupação com os honorários aviltantes na advocacia de correspondência. “É também algo que enfrentaremos, criando um mecanismo para evitar a intermediação da contratação. Vamos combater escritórios e plataformas que oferecem honorários indignos à advocacia”, completou Telles.

Agenda

Na tarde desta quinta-feira, às 13h30, outra audiência pública da caravana OAB Paraná Total será realizada na comarca de Mandaguari, no Centro de Eventos Décio Bacelar. Amanhã (25/1), há duas outras audiências marcadas: uma na Câmara Municipal de Cambé, às 9h30, e outra no Fórum de Rolândia, às 14h30.

Últimas Notícias