Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
27
Fev

Justiça autoriza adolescente acolhida em abrigo a participar de concurso de beleza

A Vara da Infância e Juventude da comarca de Lages vai permitir que uma adolescente atendida pelo serviço de acolhimento institucional participe de um concurso de beleza fora da cidade. Esta é a primeira vez que a unidade atende a um pedido do gênero. A garota, de 12 anos, representará Lages em evento de nível estadual marcado para ocorrer em outubro no norte do Estado. O juiz Ricardo Alexandre Fiuza emitiu decisão judicial nesta semana.

Baseado no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), observada a proteção integral e o melhor interesse da menina, o magistrado destacou o direto à liberdade, que compreende a participação na vida comunitária sem discriminação. “Fazer parte do evento, na lei chamado de certame de beleza, será importante para seu desenvolvimento porque ela vai viajar e conhecer outras pessoas”, frisou.

Inscrita no programa Acalento – de apadrinhamento afetivo – há dois anos, a madrinha da adolescente, Denise Anselmo, a acompanhará em todas as etapas do concurso e será responsável pelas despesas de transporte, hospedagem, vestuário e alimentação. “Com um metro e setenta, magra, cabelos cacheados naturalmente e um rosto lindo, tem porte de miss mesmo. E ficou tão contente com a ideia de participar do concurso. Vamos fazer de tudo para que seja uma experiência incrível para ela”, enfatizou.

Durante viagem de férias no litoral em janeiro deste ano, uma pessoa da organização a viu na praia e fez o convite para o evento. “Fiquei receosa e não dei muita informação sobre a gente e a menina, mas depois pesquisei e vi que é um concurso sério. Então, resolvemos participar “, destacou a madrinha.​

Últimas Notícias