Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
ADVOGADOS CORRESPONDENTES
05
Jul

Romário é condenado a pagar R$ 10 mil de indenização após xingar mulher em rede social

Ex-jogador e senador chamou uma seguidora de ‘piranha’. Ele não se defendeu no processo e foi condenado à revelia. Da decisão ainda cabe recurso.

O Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) condenou nesta terça-feira (4) o ex-jogador e senador Romário (PL) a pagar R$ 10 mil a uma seguidora por chamá-la de “piranha” em uma publicação em uma rede social em janeiro. Ainda cabe recurso.

A decisão é do juiz Marcelo Almeida de Moraes Marinho, do 1º Juizado Especial Cível da Regional da Barra da Tijuca, que sentenciou o senador por danos morais.

A confusão começou quando Renata Romão Cardoso chamou o senador de “seu fadado” [sic] em um post dele no Instagram após o parlamentar elogiar técnicos de futebol no Dia do Treinador de Futebol.

O ex-jogador, então, a chamou de “piranha”. Por conta disso, Renata Cardoso processou Romário.

De acordo com a decisão de Moraes Marinho, o ex-jogador não apresentou defesa no processo.

“Razão pela qual tenho como verdadeiros os fatos arguidos na inicial em função do efeito da revelia”, disse o juiz em sua decisão.

E completou:

“Se o réu não contestar a ação, reputar-se-ão verdadeiros os fatos afirmados pelo autor.”

g1 tenta contato com o ex-jogador e senador.

G1

Últimas Notícias